Orí é um Portal

A palavra Orí significa literalmente "cabeça" em Yoruba, é um idioma da família linguística nígero-congolesa. Orí é individual aquele que deve ser primeiro cultuado, o Orixá de cada cabeça

O que é importante ressaltar sobre o Orí, é que nele guardamos pensamentos, lembranças alegrias, traumas, cresças limitantes ou não, e por fim a partir do que cultuamos em nosso Orí, expressamos através de nossos movimentos  dessas corpas Afrodiaspóricas.

Por isso cuidar do Orí faz bem, estabelecermos olhares mais sensíveis para o que armazenamos na nossa cabeça faz total sentido.
Orí é construção diária de quem somos, o que fazemos e porque fazemos.

Quem ja sentiu muita incomodo em fazer trança ou um penteado? Para alem da questão técnica, é preciso observar a energia desse entorno, de quem for tocar na sua cabeça, e a sua própria energia que também é atravessamento positivo ou não para o processo de feitio do penteado.Fiquemos atentes, essas energias precisam estar minimamente equilibrada,  dessa forma podemos evitar desconfortos e mal estar desnecessário.

Orí consciente é Orí saudável, com condições de elaborar e prospectar melhores movimentos, e esse cuidado é sobre a importância da autonomia das nossas escolhas, dos nossos olhares, referencias e principalmente sobre o que faz sentindo pra nós!

Entender Orí é conhecer nossa essência, é tomar pra si o direito de pertencer, construir e receber as Prosperidades do nosso entorno, e as que carregamos em nosso DNA.

Nosso Orí é capaz produzir melhores caminhos,

Cuide, cultue seu Orí!

Assim como diz no Provérbio Yoruba:
Orí eni ní um'ni j'oba
A cabeça de uma pessoa faz dela um rei
Somos Reis e Rainhas!!!

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados