Do Resgate ao Nascimento

Foram 21 anos até reunir informações, vivências e sabedoria para nascer a Orí.

Neste período, pude perceber que estética e cabelo especial para a população negra é um forte aliado para combater o racismo e parte de uma estratégia de acensão e emancipação.

O cabelo é algo que promove a autoestima da população negra de forma impactante, monstra a dimensão do racismo estrutural e fortalece ou enfrenta essas mazelas através do amor automático.

O cabelo nos convida a uma viagem ancestral, conexões históricas, grandes feitios e muita potência, por isso, se for necessário esse resgate para que tenhamos um aprimoramento estético.

É sobre POSSIBILIDADES, PLURALIDADES, HUMANIDADES, PROSPERIDADES, CAPACIDADES E SABEDORIAS do povo que descende de RAINHAS E REIS.

 

Muitos de nós fomos ensinados a odiar nosso cabelo. O cabelo é um ponto forte de pretensão, por isso é alvo de racismo. Sobre a nossa perspectiva, o cabelo é algo de grande importância, beleza e marco identitário, portanto, sugere potencialmente isso.

Os cabelos são como coroas ou plantas, raízes, sementes que crescem, florescem, são frutos.

Através da estética capilar podemos conectar mais profundamente com a nossa história e contar essas histórias.

Esse editorial é uma história sobre resgate, sobre a necessidade de potencializar quem somos, com o que temos. Não sobre conformidades ou romantizações, sim sobre movimentos, movimentos para nossas construções em buscas de mais acessos e avanços.

CONTINUA:

https://medium.com/@ori.brazilianhair/do-resgate-ao-nascimento-fbbf65bd7e49

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados